Entre as queixas de dores mais comuns entre a criançada está a dor de garganta. É bastante incômoda nos pequenos e, apesar de ser um problema corriqueiro, requer cuidados. Veja algumas dicas do SeuDoc e conheça as principais causas, tratamentos, outros sintomas e ainda como preveni-la!

Causas da dor de garganta

dor-de-garganta

Resfriados e/ou gripes:

O resfriado, geralmente mais leve em sintomas, traz desconforto à criança. Essa infecção das vias respiratórias superiores pode ser causada por vírus e o modo contágio mais comum é por meio de gotículas de saliva, por isso, quando espirrar, cubra a boca, nariz e depois lave bem as mãos. A criança resfriada pode apresentar dor de garganta, febre baixa, tosse, olhos vermelhos, nariz escorrendo e falta de apetite. Para auxiliar no tratamento, é essencial que ela tome bastante água, caso tenha mais de 6 meses, e repouse. Medicação só com orientação do seu pediatra. Diferente do resfriado, a gripe manifesta com febre alta, dores no corpo, cansaço, podendo afetar traqueia, brônquios e pulmões. Geralmente com um curso mais grave, deve ser acompanhado de perto pelo seu médico.

Laringite:

A laringite é uma doença viral que atinge principalmente crianças de 6 meses a 3 anos. Comum no outono e inverno, essa inflamação na laringe, área que contém as cordas vocais, causa irritação, rouquidão, dificuldade para engolir e uma tosse alta e aguda, popularmente conhecida como “tosse de cachorro”. A inalação com soro fisiológico pode ajudar a aliviar os sintomas. O problema normalmente dura uma semana e vai embora sozinho. Caso tenha dúvidas ou está preocupado com o seu filho, chame um pediatra.

Faringite:

A faringite, inflamação da faringe ou garganta, é frequente em crianças de 5 a 11 anos de idade. Os agentes causadores são vírus ou bactérias. Seu principal sintoma é a dor de garganta, que pode dificultar que a criança engula os alimentos e bebidas. Além disso, a faringite pode causar febre, tosse, secreção nasal, náuseas, dores na barriga e apresentar pus na garganta. Para evitar a dor e auxiliar no tratamento, é importante que sejam oferecidos à criança alimentos moles e fáceis de engolir, além de líquidos. Em caso de febre, dificuldade respiratória e de deglutição, procure um pediatra!

Mononucleose:

A mononucleose não atinge apenas os jovens. A “doença do beijo”, como também é conhecida, é transmitida por meio da saliva de pessoas contaminadas pelo vírus Epstein-Barr, então também tem chance de aparecer em crianças, que podem colocar talheres, copos e brinquedos infectados por outras crianças na boca. Os principais sintomas da mononucleose são: dor de garganta, gânglios inchados, ínguas, febre e erupções na pele. Após o diagnóstico, além de ingestão de líquidos e repouso, o médico pediatra prescreverá o medicamento mais indicado para iniciar o tratamento.

Amigdalite:

A inflamação nas amígdalas, duas estruturas redondas que ficam no fundo da garganta, é comum na infância. O problema pode ser causado por vírus ou bactérias e ocasiona inchaço na região, com dores de garganta e no ouvido, mau hálito, ronco e respiração pela boca ao dormir, febre, dificuldade para engolir e rouquidão. Para um diagnóstico e tratamento mais precisos, procure orientação de um pediatra. Ele avaliará se a amigdalite é bacteriana, fazendo necessário o uso de antibióticos, ou viral e ainda se é indicada a remoção das amígdalas.

Irritação ou lesões:

Irritação ou lesões também podem causar dor de garganta. A baixa imunidade, a poluição do ar, o esforço excessivo da voz, respirar pela boca e até o refluxo podem causar esse problema.

Tratamento

Como o problema pode ter diversas causas, o diagnóstico deve ser feito por um pediatra. Somente ele poderá indicar o tratamento ideal para o seu filho.

Prevenção

Muitas doenças causam a dor de garganta, mas você pode evitar que várias delas atinjam seus filhos com alguns cuidados simples:

  • Desde cedo, incentive-os a ter o hábito de lavar as mãos sempre.
  • Mantenha-os longe de agentes irritantes, como cigarro, poluição e evite o ar-condicionado.
  • Observe se eles respiram pela boca ou roncam. Se perceber que sim, procure auxílio de um médico.
  • Cultive hábitos saudáveis: ensine-os sobre a necessidade de uma alimentação equilibrada e a importância de beber água.

Seu filho está com dor de garganta? Chame um pediatra com SeuDoc! Com o app, você tem a facilidade e segurança de receber uma consulta médica em casa, em um atendimento tranquilo, exclusivo e sem a necessidade de encarar o trânsito e ficar horas na fila do hospital. Baixe agora mesmo no Google Play ou App Store!

*O aplicativo não deve ser usado em caso de emergências médicas. Se precisar, ligue para 192 (SAMU) ou 193 (Corpo de Bombeiros).

Por: Dr. Guilherme Furtado

Endereço: Rua Gustavo Sampaio, 244/1301 Rio de Janeiro - RJ
Contato:
info@seudoc.com.br

Horário de atendimento: todos os dias, das 7h às 23h* Serviço disponível somente na cidade do Rio de Janeiro. Em breve, em outras capitais.
* Este app não deve ser usado no caso de emergências médicas.

Ficou com alguma dúvida?
Acesse nosso site:

www.seudoc.com.br
Endereço:
Rua Gustavo Sampaio, 244/1301
Rio de Janeiro - RJ
Contato:
info@seudoc.com.br

Horário de atendimento: todos os dias, das 7h às 23h

* Serviço disponível somente na cidade do Rio de Janeiro. Em breve, em outras capitais.

* Este app não deve ser usado no caso de emergências médicas.

Ficou com alguma dúvida?
Acesse nosso site:

www.seudoc.com.br
CONSULTAS MÉDICAS EM CASA. BAIXE O APP.